Não é segredo que o mundo está em constante evolução.

Os processos, cada vez mais rápidos e urgentes, se unem à automação e às novas tecnologias para produzirem resultados cada vez melhores. 

Para isso, é preciso uma liderança digital capacitada para gerir as equipes e fazer uma junção de qualidade entre as produções e a inovação tecnológica. 

Saiba mais sobre esse novo modelo de gestor e como se preparar para ser um deles. 

Confira: 

O que é liderança digital?
A diferença entre a liderança digital e a tradicional
4 lições de empresas que têm maturidade digital
Você também pode desenvolver as habilidades da liderança digital!
Ser digital é sair na frente! 

Receba dicas valiosas para acelerar sua carreira

O que é liderança digital?

Liderança digital é o uso estratégico dos ativos digitais de uma empresa para atingir os objetivos de negócio.

A definição é de Jeffrey Ritter, pesquisador e professor da Universidade de Oxford, e pode ser aplicada a indivíduos ou a organizações como um todo. 

Para entender essa definição, pense em como as inovações tecnológicas mudaram até mesmo a forma de gerenciar pessoas e processos dentro das empresas, coletando a máxima eficiência e também incentivando o potencial criativo da equipe. 

Por exemplo, com a pandemia de Covid-19, o home office se tornou uma realidade para muitas instituições, fazendo com que os gestores tivessem que mudar a forma de se conectar e gerenciar os times.

É assim que pode nascer um líder digital! 

Um líder digital é aquele que tem uma série de habilidades pertinentes a lidar com tudo isso, entendendo os contínuos aprimoramentos de processos e a gama de automatizações existentes nas rotinas atuais. 

A diferença entre a liderança digital e a tradicional 

O que mais difere a liderança digital da tradicional é a visão transformadora para analisar os novos mercados e entender que eles estão evoluindo com ajuda da tecnologia, além de lidar bem com essas inovações, sempre incluindo-as nos processos para conceder melhorias.  

As habilidades necessárias para exercer a liderança digital 

A liderança digital consiste em mais do que entender e implementar a tecnologia na empresa. 

O gestor precisa ter skills que colaboram ainda mais com a função e com uma boa gestão, como algumas ligadas a comunicação interpessoal ou que darão suporte na adoção da cultura digital na organização. 

Confira uma lista com as principais características: 

Não ter medo de explorar 

A tecnologia dispõe de muitas possibilidades para as mais variadas necessidades.

Cabe ao gestor avaliar qual a empresa mais precisa, traçar os objetivos que se almeja alcançar e quais são os processos disponíveis no momento para, assim, arriscar uma solução inovadora que pode (ou não) dar certo. 

Sabendo disso, precisa entender que a experimentação é um passo essencial para se chegar ao bom resultado, sem esquecer que rotas podem ser refeitas e planos podem ser repensados, se for preciso. 

Nessa hora o gestor também precisa ser amigo dos dados, pois são eles que passam informações estratégicas importantes sobre o andamento da inserção tecnológica,  trazendo insights sobre otimização de processos internos, clientes e concorrentes. 

Saber encarar os desafios 

A liderança digital é desafiadora, pois a pessoa neste cargo precisa sair de sua zona de conforto e ter em mente quais processos podem ser otimizados e como fazer isso.

Além disso, precisa saber mostrar à equipe e aos superiores as razões daquela nova implementação ser importante. 

Outro ponto é a maturidade nesse momento desafiador: o gestor precisa saber também quais são os seus próprios pontos de melhoria na função e desenvolvê-los, pois o autoconhecimento anda de mãos dadas com uma boa gestão. 

Ter inteligência emocional 

A inteligência emocional é um fator decisivo para um bom líder digital.

Essa soft skill permite o destaque do profissional na empresa, além do respeito de sua equipe. 

Quem tem inteligência emocional resolve os problemas de maneira mais saudável e calma, com resoluções criativas e resiliência, passando isso para o time também. 

Saber tomar decisões 

Ser um líder é entender que decisões, tanto fáceis quanto difíceis, vão ter que ser tomadas. 

Saber lidar com elas, não ter medo de arriscar e ter visão estratégica faz toda diferença, principalmente em momentos que necessitam de decisões ágeis. 

Capacidade analítica 

Conforme citamos anteriormente, é de praxe que o líder digital entenda o impacto da tecnologia no mercado e como ela pode ser uma grande aliada para angariar vendas, clientes e conquistar objetivos. 

Essa transformação tecnológica vai muito além de máquinas, softwares e sistemas: envolve, por exemplo, habilidades criativas, estratégia e cultura organizacional voltada para dados. 

Falando neles, mais do que confiar na intuição, é preciso arriscar novas implementações tecnológicas tendo os dados como base para as melhores decisões. 

Ah! Saber como funcionam os processos de coleta, processamento e compartilhamento dessas informações também faz parte da lista! 

Comunicação com os times 

Saber conversar com a sua equipe, com paciência e empatia, é uma característica do bom líder digital.

Lembre-se de que não é apenas você que precisa saber a importância da tecnologia no ambiente de trabalho, mas que isso precisa ser disseminado entre todo o time.  

Com mensagens claras e coerentes, o uso dos canais digitais e de comunicação agregarão melhores resultados!

Por que a liderança digital é tão importante para empresas (e para sua carreira)

4 lições de empresas que têm maturidade digital 

Uma empresa com maturidade digital sai na frente: o fato de compreender a função das novas tecnologias como benéficas torna os processos ainda mais práticos e os ganhos, ainda maiores. 

Por exemplo, quanto mais ágil, simples e personalizado for o atendimento, as chances de fidelizar seu público crescem. Além disso, mais pessoas virão até você por meio de indicação. 

Essa busca por diferenciação se tornou um objetivo cada vez mais almejado pelas empresas, independentemente do porte, e é com a tecnologia que as instituições conseguem cada vez mais destaque. 

Veja aqui quatro lições de empresas que têm maturidade digital, de acordo com pesquisa desenvolvida pela MIT Sloan Management Review: 

1. Contratar líderes digitais 

Ter um líder digital na equipe não beneficia apenas aquele grupo de pessoas.

Toda a empresa sai ganhando, pois os processos se tornam mais eficazes e o engajamento dos colaboradores se fortalece. 

Por meio da orientação adequada e da possibilidade de usar recursos pertinentes à implementação tecnológica, o líder digital promove a mudança dentro da organização, gerando uma conexão das pessoas (clientes ou colaboradores) com o produto ou com a própria empresa. 

2. Atualizar a alfabetização digital da equipe sênior 

Não há idade nem nível de experiência para basear quem deve ou não se inserir nas novas tecnologias.

A equipe júnior e a sênior têm total capacidade de fazer parte da transformação digital, evoluindo e se especializando cada vez mais nas necessidades atuais da empresa. 

A pessoa digitalmente atualizada desenvolve skills necessárias para fazer reformulações nos processos e experimentações (caso a empresa ainda não tenha desapegado dos modelos antigos) focados na maximização da eficiência e da produção. 

Um exemplo é de empresas que fazem vendas e atendimento ao cliente: a nova visão de processos, sobretudo para a equipe sênior, faz sentido após analisar benefícios de softwares de suporte de endomarketing e experiência do cliente, como o CRM. 

3. Estimular o surgimento de novos líderes 

O suporte digital, assim como citamos anteriormente, faz com que os líderes digitais promovam uma mudança de mindset em toda a empresa, além da própria equipe. 

Sendo assim, esse estímulo, aliado às possibilidades tecnológicas, permite que mais pessoas sejam líderes e treinem para se desenvolver nessa função.

Todos saem ganhando: empresa e colaboradores! 

4. Promover a cultura de experimentação 

Empresas com maturidade digital dão liberdade para que seus líderes tentem novos métodos e apliquem estratégias que julgarem pertinentes para o crescimento da instituição. 

A cultura da experimentação não é criticada e barrada, mas, sim, estimulada para que os times saiam da zona de conforto e não tenham medo de ousar, desde que com razões estruturadas e inteligência emocional para lidar com imprevistos ou mudanças de rota. 

Você também pode desenvolver as habilidades da liderança digital! 

Curtiu a desenvoltura do líder digital? Saiba que você pode ser um deles e alavancar sua carreira profissional! 

Além de ficar ligado nas principais tendências tecnológicas para a sua área de atuação, lembre-se de que existem soft skills que podem ser evoluídas para que você tenha ainda mais preparo para exercer sua função. 

A autogestão, empatia, criatividade para resolução de problemas e a inteligência emocional são características necessárias para lidar com a equipe e com situações adversas, além de saber equilibrar performance com um local de trabalho saudável. 

Para conquistar essas skills no seu perfil, que tal procurar uma instituição de ensino de qualidade que se preocupa com o desenvolvimento dos profissionais que buscam se especializar? 

A Pós +Carreira EAD Univali oferece um programa de aceleração de carreiras para você desenvolver as soft skills mais valorizadas no mercado.

Também é possível participar de encontros com lideranças locais e fortalecer o seu networking. 

Os cursos da Pós +Carreira EAD Univali são 100% online. Durante a especialização, você recebe 4 certificados intermediários, além do certificado de conclusão, que podem ser incluídos no seu currículo e no LinkedIn antes de terminar a pós. 

Que tal começar a mudar a realidade? Venha fazer sua especialização EAD na Univali! 

Ser digital é sair na frente 

O líder que incluir a tecnologia no seu dia a dia tende a agregar bastante valor ao negócio, além de aprender a lidar melhor com a equipe, construindo uma relação sólida. 

Além disso, possibilita uma automatização de processos e uma melhoria das etapas de trabalho, deixando os resultados mais claros e uma rotina trabalhista mais saudável. 

Entender que a tecnologia é uma aliada faz com que empresa e todo o grupo de colaboradores tenham destaque em suas devidas áreas de atuação e consigam oferecer seus serviços de maneira prática e eficaz. 

Que tal se capacitar para ser um líder digital? Você pode se interessar também:

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

Comece sua graduação EAD agora mesmo!

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT