Mal ou mau? Saiba a diferença dessas palavras

Por EAD UNIVALI   |    |  9 min de leitura
Saiba mais
Saiba mais

mal ou mau saiba diferenca dessas palavras

Você ainda não sabe quando usar mal ou mau?

Então, está na hora de acabar com essa dúvida de uma vez por todas, não acha?

Se você tem postergado aprender a forma certa porque acha a regra complexa, é bom já ir mudando esse pensamento.

As aplicações são mais simples do que você imagina, e ainda tem um truque bastante útil e fácil para usar.

Animado para descobrir?

Vamos lá!

Importância de saber a diferença de mal e mau

Saber a diferença entre mal e mau é fundamental para aplicar as palavras dentro do contexto certo.

Assim, você tem a certeza de escrever exatamente o que quer expressar, sem correr o risco de causar nenhum desentendimento.

Aliás, evitar conflitos é uma das principais razões para aprender a escrever corretamente.

Uma palavra errada, a falta de pontuação ou uma vírgula fora do lugar, por exemplo, são capazes de gerar grandes confusões.

Quer ver um exemplo?

  • Não, vai ter guerra.
  • Não vai ter guerra.

Na primeira sentença, a vírgula indica que haverá guerra, enquanto a segunda tem o sentido oposto.

Deu para perceber o poder da escrita?

Mas essa não é a única motivação para você ficar afiado no português.

Você sabia que o domínio da língua portuguesa também é um critério importante na hora de conseguir emprego?

De acordo com a Catho, 34% dos candidatos a vagas são eliminados por erros de ortografia no currículo.

Não dá para entrar nessa estatística, concorda?

Então, vamos diminuir essa chance agora, descobrindo uma das grandes dúvidas de emprego de palavras: mal ou mau.

Palavras homófonas

Mal e mau fazem parte das palavras homófonas, que são pronunciadas da mesma forma, mas têm escrita e significados diferentes.

Outros exemplos de palavras homófonas são:

  • Cela e sela
  • Censo e senso
  • Concerto e conserto
  • Cinto e sinto
  • Houve e ouve
  • Trás e traz
  • Vaso e vazo.

Qual a diferença de mal com l ou mau com u?

Agora, sim, vamos começar a esmiuçar o tema deste texto: mal ou mau.

“Mal” é antônimo de “bem”. 

Já “mau” é antônimo de “bom”.

Essa simples regra é suficiente para ajudar na hora de escrever.

Mas, a seguir, vamos entender quando usar cada uma delas.

Quando se usa mal e mau?

“Mau” é sempre um adjetivo usado para descrever algo ou alguém de forma negativa.

“Mal”, por sua vez, pode ser um advérbio de modo, um substantivo ou uma conjunção.

Como advérbio, a palavra indica que algo não foi bem feito.

Na forma de substantivo, refere-se à doença, tristeza ou problemas.

E, como conjunção, sinaliza uma passagem de tempo, podendo substituir expressões como “assim que”, “logo que” e “quando”.

“Mal” é uma palavra mais comum no nosso vocabulário do dia a dia.

Vale ficar atento ainda sobre as flexões das duas palavras.

“Mal”, como substantivo e no plural, torna-se “males”.

“Mau”, como adjetivo no gênero feminino, vira “má” e, como plural, tem “maus” e “más”.

Exemplos de "mau" e "mal"

As explicações ainda parecem um pouco abstratas?

Então, veja os exemplos de aplicação a seguir:

Exemplo (adjetivo)

  • Joaquim é um mau perdedor
  • Ana acordou de mau humor hoje
  • Pedro foi demitido porque era um mau funcionário
  • Sempre soubemos que ele tinha um mau-caráter
  • A fama dela é de má (feminino de mau).

Exemplo (substantivo)

  • Eu não desejo mal a ele
  • Todo o mal deve ser evitado
  • Este é um mal que ninguém deve passar
  • Aquele rapaz é do mal
  • A violência é um dos males (plural de mal) do século.

Exemplo (advérbio)

  • Acho que vou para o hospital. Estou me sentindo mal
  • Você fez isso de mal jeito
  • Esse tipo de comida faz mal à saúde
  • Foi mal, eu não tive a intenção de machucá-la
  • Ele está fazendo isso por mal.

Exemplo (conjunção)

  • Mal anoiteceu e eles já foram curtir a balada
  • Mal ele foi embora, e ela saiu
  • Mal pisei na rua, a chuva caiu
  • Mal abri a boca, e ele começou a brigar comigo
  • Mal cheguei, e já tive que me apresentar.

Exercícios com mal e mau

mal ou mau exercicios com

Para fixar o aprendizado sobre “mal” e “mau”, o ideal é fazer exercícios. 

Separamos algumas questões feitas em provas de universidades e concursos públicos para você treinar o seu conhecimento.

Depois, é só checar as respostas que estão listadas na conclusão deste texto, ok?

Preparado?

Questão 1)

Câmara de Santa Rosa - RS (2017)

Mal ou mau? Assinale a alternativa CORRETA.

  1. Ele é um homem mal; só pratica o mau
  2. O mal da sociedade moderna é a violência urbana
  3. Você é um mal amigo
  4. Nenhuma das alternativas.

Questão 2)

TJ-DFT (2017)

Luzia está de ___ humor, pois está ___ de saúde. Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas.

  1. Mal / mal
  2. Mau / mal
  3. Mau / mau
  4. Mal / mau.

Questão 3)

IF-MA (2016)

Marque a alternativa cuja sentença está de acordo com as orientações ortográficas vigentes na Língua Portuguesa.

  1. Rafael não faz as coisas por MAL, nem é MAL aluno; é apenas um adolescente MAU-humorado
  2. O novo técnico não é um MAU treinador, mas, como o time tem jogado MAL as últimas partidas, isso tem deixado de MAU humor boa parte da torcida
  3. O mundo atual vive um MAU momento em relação às catástrofes naturais: MAU um tufão devasta um lugar, outro MAL já começa a destruição de outra parte o planeta
  4. O palestrante sentiu-se MAU durante a conferência. No hospital fizeram MAL diagnóstico do ocorrido
  5. O aluno, apesar de seu MAL desempenho nas provas, conseguiu muito MAU a última colocação na olimpíada de língua portuguesa.

Questão 4)

LIQUIGÁS (2018)

O termo destacado está grafado de acordo com as exigências da norma-padrão da língua portuguesa em:

  1. O estagiário foi MAL treinado, por isso não desempenhava satisfatoriamente as tarefas solicitadas pelos seus superiores
  2. O time não jogou MAU no último campeonato, apesar de enfrentar alguns problemas com jogadores descontrolados
  3. O menino não era MAL aluno, somente tinha dificuldade em assimilar conceitos mais complexos sobre os temas expostos
  4. Os funcionários perceberam que o chefe estava de MAL humor porque tinha sofrido um acidente de carro na véspera
  5. Os participantes compreendiam MAU o que estava sendo discutido, por isso não conseguiam formular perguntas.

Questão 5)

UFRR (2018)

No trecho: “... eles estão preocupados também com mau jornalismo...”, a palavra destacada foi corretamente utilizada em:

  1. A mau remuneração fez com que ninguém quisesse aquele cargo
  2. O mau que você faz, volta para você
  3. Você nem imagina o quanto eu me senti mau com sua atitude
  4. Algumas doenças são resultado da mau alimentação
  5. Os jornalistas escolheram um mau caminho.

Questão 6)

UFAM (2016)

Assinale a alternativa em que o emprego de “mal” ou “mau” está INCORRETO:

  1. Os fanáticos por política estão sempre mal-humorados
  2. Os funcionários públicos não podem atender o povo de mau humor
  3. Precisas aprender a ser mal, depois de te desconsiderarem tanto
  4. Cuidado, não facilita, pois todos o consideram um mau caráter
  5. A luta mal começou e já houve um nocaute.

Questão 7)

CIEE (2014)

Leia o trecho da música “Sampa”, composta por Caetano Veloso:

“...Quando eu te encarei frente a frente não vi o meu rosto Chamei de mau gosto o que vi, de mau gosto, mau gosto...”

Assinale a alternativa em que o emprego do elemento destacado acima pode preencher corretamente a lacuna.

  1. O Lobo ____ é um célebre personagem da fábula “Os Três Porquinhos”, que ganhou vida nas telas pelas mãos de Walt Disney, em 1933
  2. Hitler era considerado um _____ na humanidade devido às suas ações
  3. Os sintomas da Peste Negra eram caracterizados por um forte _____-estar, febre e manchas azuladas espalhadas sobre a pele
  4. Em “Guerra nas Estrelas”, o diretor George Lucas criou um dos mais célebres personagens do cinema: Darth Vader. Diretamente associado à tirania e ao _____.

Conclusão

Curioso para saber se mandou bem nos exercícios?

Então, vamos às respostas corretas:

  1. a
  2. b
  3. b
  4. a
  5. e
  6. a
  7. a.

Como foi o seu desempenho?

Se acertou tudo ou a maioria, parabéns! Isso significa que você já aprendeu a diferença e agora é só continuar praticando até fixar a regra.

Por outro lado, se a sua performance foi aquém do esperado, não desanime.

Talvez você não tenha lido o texto com tanta atenção ou está apenas se adaptando ao conteúdo que acabou de aprender.

Vale, portanto, reler o conteúdo e tentar fazer as questões novamente.

A leitura de redações e outros gêneros literários também pode ajudar bastante a assimilar a diferença entre mal ou mau.

Aos poucos, vendo a forma como as palavras são empregues, é possível entender com facilidade o uso correto.

E, ainda, quando for escrever, não custa nada fazer uma colinha e pesquisar antes, não é verdade?

O importante é fazer bonito e não errar.

Gostou deste texto sobre mal ou mau? Que tal continuar navegando em nosso blog e descobrir outros conteúdos especiais?

Temos uma seleção de conteúdos com dicas de português, educação e carreira que podem interessar.

Olha alguns títulos:

Antes de migrar para outro conteúdo, o que acha de comentar sobre o que acabou de ler?

Aproveite o espaço abaixo para compartilhar a sua opinião conosco!

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

Baixe agora o manual:

New call-to-action

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT