Tag: EAD

Ao longo da vida, somos submetidos a inúmeras mudanças – emprego, endereço e, por que não, profissão.

A cada dia cresce o número de pessoas que buscam mudar de carreira, tentar sucesso em uma área diferente daquela para a qual se preparou anos atrás.

Diante de tantas mudanças que ocorrem no mundo, algumas profissões estão saindo de cena, enquanto outras estão surgindo, com inúmeras possibilidades de bons empregos e perspectiva de futuro.

Desta forma, não são raros os casos de pessoas que estão optando pela segunda graduação como forma de ir em busca de novas oportunidades, ampliando o leque de atuação no concorrido mercado de trabalho.

Mas será que você precisa obter o segundo diploma para que possa melhorar as chances de uma carreira de sucesso?

É isso que irá descobrir neste texto. Leia até o fim e decida se o caminho mais adequado é uma nova graduação ou especialização na área onde já atua.

Boa leitura!

estudante mulher pensativa

O que leva pessoas a buscarem a segunda graduação?

Uma pesquisa do Isma Brasil (International Stress Management Association) apontou que 72% dos brasileiros ativos no mercado de trabalho estão insatisfeitos dentro das empresas em que trabalham.

O dado é alarmante, mas traduz o sentimento de muita gente que já não tem o mesmo ânimo para encarar as tarefas diárias no ambiente de trabalho. Isso impacta em produtividade reduzida, e, principalmente, infelicidade no trabalho.

No fim das contas, essa equação é prejudicial tanto para as empresas quanto para os profissionais.

Esse nível de insatisfação atrelado às mudanças no panorama econômico está levando milhares de profissionais a buscarem oportunidades em outras áreas, por meio da segunda graduação.

Outra razão que leva as pessoas a buscarem outra graduação é a faixa etária com que ingressam na universidade.

Muitas vezes, o ingresso no ensino superior ocorre ainda na adolescência, motivado por boas notas em vestibulares ou no ENEM, mas que nem sempre refletem a preferência ou devida aptidão para aquela área escolhida.

Você provavelmente conheça alguém que optou por um curso de graduação motivado pelo nível de concorrência para o ingresso, não é mesmo?

Desta forma, não é raro que em algum momento da vida profissional a pessoa chegue à conclusão de que deveria ter feito outra faculdade.

Nestes casos, a opção da segunda graduação se encaixa bem.

Também é comum acontecer de áreas que no passado tinham alto nível de empregabilidade e hoje estarem caindo em defasagem na oferta de vagas.

Diante desta situação, o risco de ficar sem trabalho também justifica a escolha por uma nova faculdade, desta vez mais assertiva e alinhada com as profissões do futuro.


Busco uma nova graduação ou me especializo na minha área?

Digamos que você já tenha alguns anos de carreira, mas sente que está estagnado e não encontra perspectivas de mudança no cargo que ocupa.

Se a sua vontade é de ter um reconhecimento maior e, por consequência, remuneração melhor, talvez seja a hora de considerar 2 possibilidades: fazer uma especialização ou uma nova graduação.

Pós-graduação

Se você gosta da área na qual se formou, mas sente falta de uma maior valorização, tanto na remuneração quanto na sua posição dentro da empresa onde trabalha, talvez um curso de pós-graduação seja o recomendado para pensar em alçar novos voos.

Normalmente, quem faz pós, amplia o nível de conhecimento em uma determinada área.

Sendo assim, aumenta a chance de uma promoção ou até mesmo credencia o profissional a tentar uma posição melhor em outra empresa.

Outra vantagem da pós é que ela é uma espécie de porta de entrada para quem pensa em seguir a carreira acadêmica e até dar aulas em universidades.

Com o avanço da tecnologia, hoje em dia é possível fazer pós-graduação a distância, sem a necessidade de ir às aulas presenciais. Com isso, é possível conciliar os estudos com a vida no trabalho e rotina familiar.

A Univali oferece atualmente mais de 35 cursos de pós-graduação no formato EAD, em diferentes áreas do conhecimento, todos com a mesma excelência do formato presencial.

escrevendo e estudando em casa

Segunda Graduação

Se o seu caso é aquele de quem não quer mais atuar na área que escolheu como primeira graduação, fazer a segunda faculdade é uma alternativa interessante.

O mesmo se aplica ao caso daquele profissional que quer ampliar o leque de possibilidades e dobrar as chances de conseguir um bom emprego. Tendo 2 diplomas de ensino superior, isso é possível.

Sobre a segunda graduação, vale a pessoa fazer um questionamento para si própria se está disposta a realmente mudar completamente de área.

Caso a resposta seja positiva, é importante estar consciente que trata-se de uma construção que começa do zero, porém, a recompensa pode vir com maior felicidade e mais chance de acertar a área de atuação, em relação à primeira faculdade.

Uma nova graduação abre uma nova gama de possibilidades e perspectivas. E se o curso for relacionado a uma área que a pessoa realmente goste, isso irá impactar na qualidade de entrega aos estudos e, por consequência, no nível de excelência do profissional logo adiante.

A segunda faculdade ainda oferece a possibilidade de o profissional se vincular a um segmento com alto potencial para o futuro, tendo mais chances de um bom emprego e carreira de sucesso.

A verdade é que qualquer uma das escolhas, tanto a pós-graduação quanto a segunda faculdade passam por uma série de planejamentos e avaliações da própria pessoa, para analisar o que é melhor para si.


Já pensou em uma graduação EAD?

Se você está realmente querendo mudar de área, mas esbarra na falta de tempo e até de dinheiro para fazer a segunda graduação, talvez o formato EAD seja o mais indicado.

Isso porque um curso a distância tem como diferencial a flexibilidade nos horários de estudo, garantindo ao estudante a possibilidade de assistir às aulas em horários alternativos e conciliar com o trabalho e rotina em casa e com a família.

Atualmente, mais de 50% das vagas oferecidas em instituições particulares do Brasil são destinadas aos cursos EAD. Este dado foi extraído do censo da educação e só comprova a tendência de as pessoas buscarem uma formação que as permita estudar paralelamente às demais atividades, sem ter que frequentar a sala de aula.

Outro fator levado em conta por muitos estudantes que optam pelo ensino a distância é a economia. Geralmente, os cursos na modalidade EAD têm mensalidades mais baratas no comparativo com as graduações tradicionais.

Também é possível observar a economia de quem faz faculdade a distância na redução de custos de alimentação e transporte, já que não é necessário o estudante ir diariamente à universidade.

segunda graduação ou pós

Como estudar a distância?

Quem tem a intenção de fazer uma faculdade EAD, precisa, antes de mais nada, entender como funciona essa modalidade, quais são as peculiaridades e o mais importante: se vai conseguir se dedicar às aulas e aprendizado.

Para que o estudante possa ter um alto nível de aprendizado, é necessário fazer um planejamento que o permita assistir às aulas diariamente. A palavra de ordem aqui é organização.

A flexibilidade de horários e possibilidade de estudar onde quiser não significa que a graduação EAD seja mais fácil. Isso porque a quantidade de horas-aula é a mesma do presencial, bem como os conteúdos.

Outra dica para quem pretende fazer uma faculdade ou pós EAD é ter um espaço em casa para se dedicar às aulas, sem distrações. Tente desligar o celular e ficar distante das redes sociais enquanto estuda.

Evitar a procrastinação também é fundamental para quem quer ter uma rotina de estudos produtiva.

Evite também marcar compromissos para os horários que você estabeleceu dentro do cronograma de aulas.



Cursos semipresenciais


Dentro do ensino a distância, também é possível fazer um curso semipresencial, que reúne características do EAD e do presencial.

Quem opta por essa modalidade híbrida, tem aulas semanais ao vivo, na universidade, mas a maior parte do conteúdo é estudada a distância.

Em resumo: conteúdos práticos são vistos em sala de aula, enquanto a parte teórica o aluno estuda em casa.

No EAD da Univali, os cursos semipresenciais são Educação Física, Engenharia de Produção e Engenharia Elétrica.


Cuidados na hora de escolher a segunda graduação

A segunda graduação abre um novo campo de possibilidades, mas é necessário ter cuidado na hora de escolher a instituição na qual vai estudar.

Isso porque, para ter validade, o diploma precisa ser concedido por uma instituição que tenha reconhecimento do MEC.

Caso contrário, o sonho de uma nova faculdade pode virar frustração.

Ainda sobre o diploma, a boa notícia é que tanto os cursos EAD quanto os semipresenciais têm a mesma validade do presencial.


Conclusão

Arriscar em uma nova carreira ou buscar uma especialização na área onde já atua?

Esse é um dilema de milhares de pessoas.

Na verdade, não há uma resposta certa para esse questionamento, pois essa decisão depende de uma série de fatores e deve ser muito bem pensada.

A opção da pós-graduação é excelente, pois faz com que o profissional que está se sentindo estagnado possa dar um novo norte na carreira e buscar um futuro melhor onde já atua.

Entretanto, sabemos que, em muitos casos, a pessoa quer mesmo mudar de área, respirar novos ares e quem sabe até realizar sonhos que ficaram no passado por falta de oportunidade de escolher a faculdade que realmente tinha vontade de fazer.

Quando isso acontece, o melhor mesmo a fazer é ir atrás da segunda graduação.

Para ambas as situações, um curso EAD se encaixa perfeitamente, pois permite conciliar o estudo com o trabalho e vida pessoal.

A Univali oferece oportunidade de ingressar sem vestibular para quem optar pela segunda graduação no EAD, inclusive com descontos ao longo do curso.
Conheça as opções de cursos oferecidos em nosso EAD e comece já uma nova história profissional.

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

Baixe agora o manual:

New call-to-action

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT